print8.png

American Arts Incubator

2020

Orientador:

Santiago X

Entre março e maio de 2020, participei do American Arts Incubator, um programa da embaixada dos EUA no Brasil que visa um intercâmbio artístico entre um artista americano enviado para países da América Latina e artistas escolhidos por ele nestes países. O artista que nos acompanhou foi Santiago X. Os workshops presenciais foram suspensos por conta da pandemia da Covid-19 e continuaram por meio digital, tendo a reflexão sobre como lidar com esse meio tendo permeado o resto do programa.

O labirinto surge como uma metáfora para o espaço urbano, onde convivem isoladas e por vezes escondidas, as diversas narrativas. O usuário é colocado no lugar de alguém que participa deste espaço dentro da sua zona de conforto, o meio do labirinto. Partindo desta zona de conforto o espectador é levado a explorar o labirinto e ter contato com outras narrativas impactantes.

 

As narrativas escolhidas para serem representadas dentro deste labirinto são narrativas que vão de encontro com as problemáticas experienciadas pelas cidades brasileiras. A experiência é dividida em três eixos: Os crimes das barragens de mineração;  a COVID-19 - e suas influências na questão urbana; e a forma como as cidades lidam com a natureza em sua concepção.

Link para a visitação do espaço no hubs:

https://www.aaibrazil.com/exhibition/safetyzone

Zona de Segurança 2.0

Tendo em vista algumas limitações da plataforma Spoke que geraram deficiências no projeto decidimos por refazer o projeto em uma plataforma com mais recursos.  
O software escolhido foi o Unity e será utilizado em conjunto o pacote de desenvolvimento SteamVR. A Zona de Segurança 2.0 será um projeto totalmente imersivo, com gráficos e texturas aprimoradas para uma melhor experiência visual e sonora do projeto, uma vez que poderá ser visualizado em plataformas VR mais avançadas. 

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/4