Fundação Cultural David Bowie

2018

Orientador:

Tales Lobosco

O projeto da Fundação Cultural David Bowie surge como parte da proposta da Disciplina Processo de projeto I: Analogia, materialidade e forma, do professor Tales Lobosco, de desenvolver um projeto de uma fundação cultural para uma personalidade tomando os conceitos mais puros de sua obra aplicando-os no processo de projeto, explorando assim diversas maneiras de concepção projetual, sem implicações construtivas ou laudos técnicos, mas de forma conceitual.

"Here, there's no music here
I'm lost in streams of sound"

A morte e o ocultismo permeavam o imaginário de David Bowie, assim como o medo e a solidão. Umas das últimas músicas escritas por Bowie, "No Plan", é um canto póstumo onde ele assume a postura de uma voz que simplesmente ecoa, mas que já não vive para dizer coisas novas. Uma das propostas do prédio é justamente canalizar o vento e faze-lo soprar uma sinfonia ao mesmo tempo obscura e misteriosa, através de dezenas de tubos de aço galvanizado instalados na maior fachada do prédio, fazendo o papel de flautas sopradas pelo vento, e que podem ser controladas através da abertura e fechamento de pequenos furos na parte voltada para o interior do prédio pelos usuários gerando diversas potencialidades de geração sonora. A instalação foi inspirada na escultura Singing Ringing Tree dos arquitetos Mike Tonkin and Anna Liu localizada no interior da Inglaterra.